Sucessos da Brainlab

De Desenvolvedor a Gerente de Projeto

Alexander

Os Gerentes de Projeto da Brainlab são essenciais para o departamento de Pesquisa e Desenvolvimento. Eles asseguram que os projetos sejam concluídos no prazo e sem percalços, e funcionam como o elemento de aglutinação que mantém as equipes unidas. Recentemente nos sentamos com Alex, que iniciou sua carreira na Brainlab há seis anos como Engenheiro de Design e hoje lidera uma bem-sucedida e animada equipe no departamento de P&D da Brainlab.

Individuals_Alexander_600x340

Em 2007, um de meus antigos colegas de estudos, que estava trabalhando na Brainlab naquela época, falou-me sobre uma vaga de Engenheiro de Design Mecânico que estava em aberto. Eu estava trabalhando em um cargo semelhante em outra empresa. Meu amigo sempre discursava sobre a ótima atmosfera de trabalho, os colegas jovens, os produtos fantásticos que eles desenvolviam, o delicioso restaurante, e por aí afora. Isso me estimulou a me candidatar àquela vaga. Duas semanas depois fui convidado para uma entrevista, em que obtive uma ótima primeira impressão daquilo tudo de que meu amigo falava. No dia seguinte consegui a vaga.

Comecei na Divisão Cranial, desenvolvendo instrumentos para cirurgias de Neuro e Otorrino, do esboço de projeto inicial à produção em série. Devido a um de meus primeiros projetos – uma agulha navegada usada para posicionar cateteres em ventrículos, tornei-me um especialista no desenvolvimento de produtos estéreis de uso único, com requisitos regulatórios extremamente restritos.

Ainda neste cargo, tornei-me um auditor externo líder, para assegurar que nossos fornecedores fabricassem nossos produtos de acordo com nossos requisitos e com padrões internacionais.

Depois de dois anos trabalhando na Brainlab, uma Equipe de Instrumentos geral foi criada e fui transferido para lá. Naquela época, comecei a assumir a responsabilidade de gerenciamento de meus projetos, além do design mecânico. Eu compreendi a parte de habilidades pessoais do gerenciamento de projetos, em grande parte a coordenação de fornecedores e a comunicação com investidores, e esta é a parte que eu mais aprecio.

Em paralelo, comecei a dar palestras na Universidade de Ciências Aplicadas de Munique, em que eu explicava aos estudantes do departamento de engenharia biomédica como desenvolver dispositivos médicos em um curso prático. Naquele curso os alunos melhoraram ou ajudaram a desenvolver novos produtos Brainlab.

Em 2012, assumi um projeto altamente complexo e estratégico, para desenvolver uma tecnologia de rastreamento totalmente nova para cirurgias guiadas por imagens. Enquanto isso, a equipe que eu coordenava cresceu para onze colegas, entre Gerentes de Projeto, Engenheiros de Projeto, Engenheiros de Design Mecânico e Engenheiros de Software. Isto é altamente motivador, devido à sua alta prioridade para a Brainlab, o envolvimento direto com a Gerência Geral, e, obviamente, a equipe perfeita com a qual eu trabalho.