Elements Contrast Clearance Analysis

Avaliação pós-tratamento

Elements Contrast Clearance Analysis é uma nova metodologia baseada em ressonância magnética para a representação da liberação e do acúmulo do contraste em alta resolução, o que permite diferenciar as regiões do cérebro com baixa e alta atividade vascular.

Reproduzir vídeo
TRAMs
Uso clínico de TRAMs

Uso clínico

Os resultados em alta resolução do software Contrast Clearance Analysis, derivados de dados de ressonância magnética com contraste 3D convencional, proporcionam informações adicionais sobre as características do tumor e oferecem suporte aos médicos durante a análise da atividade vascular. O software Elements Contrast Clearance Analysis atende especialidades clínicas tais como radio-oncologia, neurocirurgia, neuro-oncologia e neurorradiologia.

  • Diferenciação da liberação e do acúmulo de contraste em alta resolução
  • Permite a identificação das regiões do cérebro com alta e baixa atividade vascular
  • Suporta a avaliação contínua
Metodologia de TRAMs

Metodologia

Contrast Clearance Analysis, uma nova metodologia baseada em ressonância magnética para a diferenciação distinta de liberação e acúmulo de contraste, permite a representação das regiões do cérebro com alta (azul) e baixa (vermelha) atividade vascular. O método foi desenvolvido no Centro Médico Sheba, em Tel Aviv, com tecnologia fornecida pela Brainlab.

  • Duas aquisições de imagens de ressonância magnética 3D, ponderadas em T1 (uma aos 5 minutos e outra aos 60-105 minutos após a injeção de uma dose padrão de agente de contraste)
  • A primeira série é subtraída de maneira inteligente da segunda para Contrast Clearance Analysis
  • Os resultados da análise são mapas volumétricos em alta resolução, que distinguem as regiões de eliminação de contraste (azul) das regiões de acúmulo de contraste (vermelho), mais de uma hora após a injeção do contraste