Brainlab Elements Image Fusion

Table of Contents

Asegúrese de que selecciona la versión de software correcta. Para ello, seleccione el logotipo de Brainlab, que está situado en la esquina inferior derecha de la aplicación correspondiente.

Virtual iMRI Cranial

Informações gerais

A anatomia do paciente é alterada durante a cirurgia. O uso de técnicas de aquisição de imagens intraoperatórias permite a aquisição de novas sequências de imagens, que refletem a anatomia real e modificada do paciente.

Use o Virtual iMRI Cranial para obter uma correspondência espacial aprimorada de sequências de imagens pré-operatórias e intraoperatórias, por meio da modificação elástica das informações de planejamento pré-operatórias e da contabilização do deslocamento do cérebro relacionado à cirurgia causado pelo vazamento de fluido cerebroespinhal.

O Virtual iMRI Cranial cria uma sequência de imagens virtuais por meio da simulação de modificações em tecidos em uma sequência de imagens pré-operatórias e da aplicação de um campo de deformação, para otimizar a correspondência com a sequência de imagens intraoperatórias de referência. O objetivo é promover o exame da sequência de imagens virtuais em conjunto com outros conteúdos e/ou outras sequências de imagens possivelmente presentes no plano pré-operatório relacionados à sequência de imagens intraoperatórias e aprovar o resultado, se este for satisfatório.

Aviso

Recomendações

Para assegurar os melhores resultados, os dados de imagens do aplicativo Virtual iMRI Cranial devem observar estas recomendações:

  • Os pares de imagens devem cobrir um volume de interseção do paciente.

  • Pelo menos dez cortes.

  • Distância de corte inferior a 3 mm (é recomendável ter uma espessura de corte inferior a 3 mm e uma aquisição sem espaçamento).

  • Informações DICOM completas (i.e., cabeçalho DICOM completo, indicando, p.ex., parâmetros de aquisição).

  • Se precisarem de correção, os dados de RM deverão ser adquiridos como uma sequência axial 3D ou 2D com ponderação T1 (também é recomendável usar ponderação T2 ou aquisição com supressão de gordura).

  • A aquisição de imagens intraoperatórias deve ser realizada com o retalho ósseo em sua posição original (i.e., com o crânio fechado/coberto pelo retalho ósseo).

  • Boa qualidade da imagem bruta (p.ex., alta resolução, alto contraste, mínimo de artefatos).

Modalidades de imagem compatíveis

As seguintes modalidades de aquisição de imagens são compatíveis com o aplicativo Virtual iMRI Cranial quando pareadas conforme mostrado a seguir:

  • TC-RM

  • RM-RM

Modalidades de imagem incompatíveis



As seguintes modalidades especiais e os seguintes tipos de sequências não são compatíveis para cálculo direto:

  • Sequências de imagens anteriormente deformadas

  • Imagens RGB

  • Estudos de DTI (B0, mapas FA ou ADC)

  • Mapas de fase e velocidade

  • Mapas de perfusão

  • Imagens de espectroscopia

  • Aquisições de calibração de gradiente

  • Aquisições FLAWS (subtração de fluidos e substância branca)

  • Subtração de imagens e projeções (projeções de intensidade mínima/máxima)

  • Sequências de imagens que contêm objetos “burned-in”

Conteúdo compatível

O seguinte conteúdo é compatível e adaptado com base na deformação de uma sequência de imagens:

  • Objetos de voxel

  • Pontos rotulados

  • Trajetórias

  • Feixes de fibras (p.ex., tratos de fibra DTI)

Art. Nº: L60917-73BP

Fecha de publicación: 2019-04-11