Pessoas da Brainlab

Pesquisa e Desenvolvimento

Um dia com Claudia

A Claudia trabalha em Pesquisa e Desenvolvimento desde 2006 e, durante sua jornada, teve grandes experiências, do trabalho em sua tese de mestrado à sua participação no desenvolvimento e na criação do Buzz Digital O.R. Leia aqui sobre sua carreira inspiradora na Brainlab.

Successes_Claudia_600x340
Quando você começou a trabalhar na Brainlab?

Ingressei na Brainlab em 2006, para escrever minha tese sobre funcionalidades de áudio na sala cirúrgica. Após meu mestrado, recebi uma oferta para trabalhar em P&D como Engenheira de Projeto na área de plataformas de Sala Cirúrgica Digital, que foi aceita prontamente.

Quantas pessoas trabalham em sua equipe?

No projeto atual, somos aproximadamente dez pessoas do grupo de P&D, mas nem todos trabalham no projeto em tempo integral. Considerando todo o ciclo do projeto, há muito mais pessoas envolvidas de outros departamentos, como Gerentes de Produto, Projetistas Industriais, Escritores Técnicos, Especialistas de Suporte a Produto, Técnicos de Produção e alguns parceiros externos.

Em que parte do prédio da Brainlab você trabalha?

Fico grande parte do tempo em meu escritório e na zona interativa “Birkenwald”, ou simplesmente “floresta”, como nós a conhecemos. Para reuniões formais ou conferências via telefone, usamos as salas de conferências. Algumas vezes fico em nossa área de teste ou nas salas de protótipos, por exemplo, para revisões de projeto.

O que você faz primeiro quando chega ao escritório?

Se não tive tempo de tomar café em casa, passo no restaurante para comer um pouco de cereais. Depois vou até a cozinha para bater papo com meus colegas enquanto tomo café; em seguida, verifico meus compromissos para o dia.

Qual o principal projeto em que você está trabalhando atualmente?

Estamos na fase inicial de planejamento (definição do projeto) de um projeto de desenvolvimento de plataforma. Isto significa que nós elucidamos os requisitos e sua influência no produto e verificamos as possibilidades tecnológicas, para que possamos planejar as próximas etapas com base em tempo e custo.

Como você descreve um dia normal como Gerente de Projeto na Brainlab?

Em um projeto de desenvolvimento as coisas mudam com frequência e muitos dias trazem algum tipo de surpresa. Novas ideias, novas informações, mudanças de prioridades, obstáculos iminentes – você precisa permanecer flexível. Portanto, um dia normal significa permanecer desafiando seus planos.
Cada dia consiste em conversar com pessoas e definir as melhores etapas subsequentes com base nas informações disponíveis, considerando potenciais riscos e implementando medidas contra eles. Se necessário, o comité de orientação é chamado em uma reunião para a tomada de decisões importantes.

Dos projetos em que você trabalhou, qual é o seu favorito?

O projeto “Buzz”! Ao fazer parte da equipe de desenvolvimento do Buzz, do início ao fim do projeto, ganhei uma experiência preciosa e adorei o espirito de equipe excepcional que emanava daquele grupo.

O que te motiva a vir para o trabalho diariamente?

Saber que eu posso mudar as coisas. E também que posso trazer minhas ideias e que a equipe pode transformar ideias em realidade. Esta é a melhor coisa. Assim que entendi que não é apenas a organização que define meu trabalho, e que eu defino meu trabalho, as coisas ficaram muito divertidas. Recebi muitas oportunidades.

O que você fez em suas últimas férias?

Como estou na empresa há muitos anos, pude tirar uma licença no último inverno. Tive tempo para realizar alguns sonhos: pratiquei windsurfe em Jericoacoara, Brasil, e caminhada no Sul da Patagônia. Ao retornar para casa, ainda tive tempo de esquiar nos Alpes antes de retornar à Brainlab cheia de energia.